Navigation




Graduação

O objeto de estudo da Psicologia, a construção do sujeito ao longo do ciclo de vida, constitui-se num processo complexo único no âmbito das Ciências Humanas e Sociais onde se entrecruzam variáveis de diversas ordens para a produção de um ser ativo e complexo. Seu campo de estudos, por conseguinte, envolve a compreensão de dinamismos de naturezas diversas, determinantes genéticos e biológicos, em geral, assim como fatores de natureza cultural e simbólica que se interpenetram em múltiplas dimensões temporais. Compreende, ainda, numa aproximação rápida e primeira, fenômenos de ordem consciente e inconsciente, processos de natureza cognitiva, emocional e motivacional.

A formação de psicólogos, contudo, deve voltar-se para além da compreensão e das investigações voltadas para este campo já tradicionalmente reconhecido e contemplar a reflexão sobre a sociedade e o sujeito contemporâneos, sobre as revoluções tecnológica e comportamental que se observam nas transformações aceleradas e geradoras de conflitos na modernidade. Seu objetivo deve incluir a instrumentalização destes profissionais para uma atuação crítica e mediadora nas diversas formas de organização social e construção de subjetividade contemporâneas.

Desta perspectiva decorre uma formação generalista onde teoria e prática têm procurado articular-se desde as primeiras etapas, mesmo que em disciplinas ainda circunscritas às tradicionais matérias obrigatórias e complementares previstas no Currículo Mínimo de Psicologia aprovado em conforme Parecer 403/62 do Conselho Federal de Psicologia.

A integração ensino-pesquisa-prática profissional tem se efetivado integrando alunos de graduação e pós-graduação, assim como profissionais e alunos do Instituto de Psicologia e a comunidade em geral, em atividades realizadas no espaço tradicional do Serviço de Psicologia Aplicada ou em ambientes diversos como creches, escolas, asilos, ambulatórios de centros comunitários, o Hospital Universitário Pedro Ernesto e empresas onde se desenvolvem atividades de ensino contextualizado, estágio curricular, pesquisa e extensão e é reafirmada a identidade de instituição comprometida com a comunidade e as questões sociais que tem marcado a Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

O aluno de Psicologia deve possuir interesse pelo comportamento humano, controle emocional, aptidão verbal e numérica, interesse pela pesquisa e sociabilidade.

O profissional de Psicologia pode atuar em diversas área, tais como: na Academia (ensino e pesquisa), clínica psicológicas, hospitais gerais ou especializados (ambulatório ou enfermaria), postos de saúde, instituições médico-legais (penitenciárias, delegacias), nas varas de família, ONGs, em recursos humanos (empresas), na área de esportes e do trânsito, escolas, sindicatos, agências de publicidade e propaganda e em programas de consultoria etc.

Turno e duração do Curso

O curso de graduação em Psicologia funciona nos turnos da tarde ou da noite. O aluno pode concluir o curso, que funciona no sistema de créditos, no período mínimo de 8 períodos e, no máximo, em 16 períodos.

 

Ementários

SitePsicologia - Bacharelado e Profissional

SitePsicologia - Licenciatura

OBS: Enquanto a página do DEP encontra-se em construção, disponibilizamos o ementário do curso de psicologia pelos links abaixo

PDFEmenta de Psicologia - Bacharelado e Profissional

LinkEmenta de Psicologia - Licenciatura

Fluxograma

PDFPsicologia - Bacharelado e Profissional

PDFPsicologia - Licenciatura

LinkFluxograma - Antigo

 

Como ingressar?

Vestibular

SiteVeja mais informações:

Transferência

SiteVeja mais informações:

Para maiores informações

SiteAcesse o site da SR1 - Sub-Reitoria de Graduação

Secretaria de Graduação

Rua São Francisco Xavier, 524, sala 10016, bloco "b", Maracanã - Rio de Janeiro.
Telefones: 2334-0234; 2334-0134.

E-mail

Mailsecpsico@uerj.br